5 passos fundamentais para gestão ambiental em postos de combustível

5 passos fundamentais para gestão ambiental em postos de combustível

5 passos fundamentais para gestão ambiental em postos de combustível

Algumas atividades são potencialmente mais poluidoras do que outras, devido aos produtos com que trabalham. Por isso devem dobrar sua atenção para evitar prejuízos ao meio ambiente, como é o caso dos postos de combustível.

É possível sim trabalhar com esses itens sem comprometer o meio, basta que sejam adotadas medidas de gestão que garantam a segurança ambiental. Dessa forma, a operação da mercadoria e a geração dos resíduos estarão protegidas.

Gestão ambiental: 5 passos para aplica-las em postos de combustíveis

– Fazer uma relação de todos os riscos ambientais que o serviço oferece: pois só se pode gerenciar algo que se conhece. Partindo desse pressuposto, é preciso considerar tudo o que o seu negócio faz, para então mapear prováveis danos.

No caso dos postos, especificamente: quais são os resíduos gerados, os efluentes produzidos durante as atividades, eventuais vazamentos nos tanques de combustíveis e erros de procedimento da equipe;

– Controlar os resíduos gerados: os rejeitos são de alto impacto para o meio ambiente, por isso, devem ser identificados e quantificados para descartá-los adequadamente.

Os mais comuns são: óleo de motor e suas embalagens, fluído de freio e demais produtos, estopas e papel toalha impregnados de óleo e combustível;

– Descartar adequadamente os efluentes: resultam da lavagem dos veículos e do pátio. Devem passar por caixas de areia para a retenção de sólidos e por uma caixa separadora de água e óleo.

Além disso, é preciso ficar atento, pois alguns estados e municípios têm legislação específica a respeito. Ao abrir um negócio nesse setor, é essencial que se verifique seu funcionamento legal para a prevenção de multas e risco de fechamento;

– Implantar um sistema de detecção de vazamento: esse é o pior dos danos. Quando um componente vaza, fica mais difícil fazer a limpeza de rios e de outros espaços danificados e as consequências são gravíssimas. O monitoramento cuidadoso faz-se essencial nesses casos;

– Capacitar os funcionários: todos os colaboradores devem estar cientes dos riscos que o estabelecimento impõe ao meio ambiente. Além de serem capacitados a evita-los sempre e a resolvê-los quando necessário.

As dicas podem parecer simples, mas são de extrema importância para prevenir os riscos e proteger o meio ambiente.

Gostou do texto? Quer aplicar uma boa gestão ambiental em seu estabelecimento e não sabe como? Acesse o site da DUAL Soluções Ambientais e contate-nos!

 

Leia também: Atitudes sustentáveis para adotar dentro da sua empresa

 

 

No Comments

Post A Comment

× Como podemos ajudar?